Quem sou eu

Minha foto
SOU ALVO DO AMOR DE DEUS E ELE É O ALVO DA MINHA ADORAÇÃO! Quem sou eu? De fato é uma boa pergunta, porque quase sempre me pego questionando justamente isso. Talvez eu seja alguém, que não é capaz de fazer tanto quanto os outros pensem e esperem que eu faça. Uma pessoa constrangida por ter tantas falhas, mas realista em ver as possibilidades para vencer! Preciso sim de muitas mudanças, afinal de contas minha história ainda está sendo escrita e ainda tenho longos capítulos a serem escritos. Sonho e acordo, caio e levanto, mas nunca desisto de tentar, mesmo que seja dificil. Quem sou eu? Acho que não existe uma resposta definitiva a respeito disso, porque talvez você pense algo a meu respeito que daqui há 1 semana não será mais o mesmo. Concluo então que se eu não sou capaz de me definir, você também não poderá fazer o mesmo, façamos o seguinte, caminhe comigo, ou continue a me observar de onde você está, ai lá no fim dessa estrada seremos capazes de dizer QUEM SOU EU!

sábado, 21 de maio de 2011

Quem somos?


Por tantas vezes não somos quem somos
Envolvidos por tantas coisas, nos tornamos o que querem que sejamos
e não quem de fato queremos ser
Não adianta dizermos que,  somos sempre nós, porque alguma coisa
sempre vai ditar o que devemos ser.
Nos vestimos como a moda dita,
Frequentamos lugares que nos dizem
Falamos não o que queremos, mas o que os outros querem ouvir de nós

Se fossemos nós mesmos, sofreriamos mais, afinal, não é fácil ser, quem de fato
gostamos de ser, porém seríamos mais felizes, porque não estariamos presos a
essa ditadura que nos diz o que devemos ser e fazer.

Somos os únicos culpados, pois ao invés de nos posicionarmos, acabamos cedendo.
Será que vale a pena sermos o que querem que sejamos?
Dentro de nossas almas um único grito: Quem Sou?
E enquanto vivermos o que os outros querem, jamais alcançaremos êxito.

Chega um tempo em que, é preciso se rebelar contra o que querem, e assim, deixar
o que queremos vir a tona.
Devemos nos cerca de coragem e ousadia, para assumirmos que cansamos de viver
como querem e que, de agora em diante, viveremos, como gostamos de viver, sendo
quem realmente somos.

Pra que usarmos havaianas, se o que gostamos de andarmos descalços?
Pra que ir a praia, se o sal irrita nossas peles e o que gostamos é do cheiro do campo?
Pra que tantas roupas, se a que mais gostamos é aquela que está quase perdendo a cor?
Pra que mudar o corte de cabelo, se amamos como ele está?
Pra que tanto dinheiro, se o que precisamos é ter o suficiente para vivermos?
Pra que tantos sapatos, se temos apenas 2 pés?
Pra que técnicas vocais, se amamos gritar?
Pra que olhamos vitrines no shopping, se o que gostamos é dos joguinhos que ficam cheios de crianças e adolescentes?
Pra que? Pra que? Pra queeeeeee?
Só pra sermos o que querem que sejamos.
Chega um momento em que temos que decidir.
Seremos sempre o que os outros ditam
ou vamos experimentar sermos quem somos?
By Raquel Castro


 

Um comentário:

Expedito Gonçalves Dias disse...

Eu prefiro escolher esta segunda opção, o meu verdadeiro caminho, minhas experimentações...
Abraços!